dança Carolina, dança

Passou pouco mais de um mês sobre o dia em que a Sandra me ligou abalada a perguntar “passou-se alguma coisa com o Pedro? estão todos a dar-lhe os pêsames” e intuitivamente lhe respondi “vê lá a Carolina”. Do outro lado ouvi um “não acredito, a Carolina..” e foi como um murro no estômago.

Conheci-te em 2009, quando as OMG começaram a dançar nos concertos do Reflect. Passado algum tempo, começaste a namorar com o Pedro e foi engraçado acompanhar a tua influência, as pequenas mudanças. Ainda há pouco tempo estava a jantar com ele e “gozei” com a blusa rosa, que obviamente, foste tu que escolheste. As piadas que fazia nos comentários das fotografias “lamechas” eram a partilhar a vossa felicidade contagiante.

Ao longo destes anos fotografei-te centenas de vezes. Há um mês atrás tirei muito poucas, desculpa, porque nunca as queria ter tirado.

A família Kimahera ficou mais pobre. A perda não foi da minha família de sangue mas o sentimento que perdura diz-me o contrário. Ontem enquanto conduzia passou na rádio a música Another Love e espalhou-se uma angustia indiscritível. Por isso não consigo imaginar o que tu, Pedro, estás a sentir. A cada música, a cada texto, a cada fotografia, a cada vídeo. As palavras de pouco valem nestas situações, disse-te o quão impressionado fiquei com o teu discernimento num momento destes, mas não te disse o quanto te admiro. És um exemplo de força, determinação, de amor. Inspiras esta família que suportas, que se revê nos teus ideais e que, nunca te esqueças, também está aqui por ti e para ti.

Dança enquanto esperas por nós e pelo “tê” Pedro, Carolina.

3 comentários

  1. Responder
    Nuno 24/03/2014

    Lindo….. Não existem mesmo palavras.
    Bom texto!!!

  2. Responder
    Orlando 26/03/2014

    Não conhecia a Carolina, apenas o musico Reflect, e fiquei chocado com esta triste noticia! Mesmo não conhecendo o Pedro pessoalmente gostava de lhe dar toda a minha força, dar-lhe um abraço sei la… isso vale o que vale mas sinto uma tristeza enorme! E agora, sempre que escuto Another Love, que nao conhecia ate ter visto o video da Carolina a dançar, lembro-me de vocês, Pedro e Carolina, lembro-me de todos os que amo!

  3. Responder
    27/03/2014

    Compreendo perfeitamente…
    A Carolina, não me era familiar, “apenas” a vi dançar.
    Logo que tive conhecimento do sucedido, fiquei deveras triste.
    Acompanhei a sua partida, pelo mar…
    Perante as circunstâncias, a dança, o seu grande Amor com o Pedro, dificilmente ficamos indiferentes a uma história assim, tão bela e tão injusta, mas a Vida é isto mesmo.
    Também eu, quando ouço o tema “another love”,há um nó que se instala na garganta…
    É assim que fico, porque me lembro instantaneamente, da “menina que dançava”, a forma carinhosa que chamo à Carolina.

Responder a Nuno Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>